O Bitcoin é uma criptomoeda descentralizada, livre das amarras de governos e instituições. Quer saber mais sobre ele? Confere aqui um artigo que a gente já escreveu sobre isso no blog.

Atualmente, já existe muito material educativo sobre essa criptomoeda, inclusive aqui no blog do Bitback, mas muitas informações estão espalhadas. No fim, fica parecendo aquela brincadeira do telefone sem fio, onde as informações vão se passando de forma desconexa.

Por isso, é normal que pessoas pensam que o Bitcoin é uma criação do Facebook, por exemplo. E não é, como já explicamos aqui. Acreditam também que é uma pirâmide financeira, quando também não é o caso.

Nesse meio, outro rumor que surge é que o Bitcoin é da China, uma criação tecnológicas dos chineses. Como diz a primeira frase desse artigo, o Bitcoin é livre de amarrar de empresas e governos – inclusive da China.

Contudo, vamos esclarecer a dúvida que vem com essa afirmação. Nós já explicamos o que é “minerar” Bitcoin: computadores processam códigos criptografados para “selar” os blocos contendo as transações.

Para executar essa tarefa de forma menos custosa, uma vez que ela exige muita energia elétrica, as pessoas se juntam nas chamadas pools de mineração. São milhares de computadores processando essas transações.

Aí vem, talvez, a questão que leve as pessoas a acreditar que a China comanda o Bitcoin. O que torna a blockchain – e consequentemente o Bitcoin – seguros é a distribuição da rede.

Quando uma transação vai ser confirmada na rede, ela consulta informações em outros blocos para considerar se ela é válida ou não – garantindo que transações forjadas não existam na rede.

Porém, e se a maioria dos blocos processados pertence a um grupo? É possível que todos decidam creditar a transação forjada e acabem quebrando a integridade da rede.

Esse é o problema em questão. Quase 50% do processamento de blocos pertence a pools de mineração chineses. Entretanto, isso não faz da China a “controladora” do Bitcoin.

O Bitcoin é controlado pela China?

Primeiro, porque não há controle da maioria da rede; segundo, não é apenas uma pool de mineração que detém quase 50%, mas pelo menos três delas. Isso garante que não haja supremacia dentro da rede do Bitcoin – garantindo sua segurança.

Entendeu e bateu a tranquilidade? É possível dar uma chance para o Bitcoin agora?

Então vem com a gente do Bitback! No Bitback, você recebe em Bitcoin parte do valor gasto em compras nas nossas quase 400 lojas parceiras – modelo conhecido como cashback.

Para começar a ganhar Bitcoins, basta se cadastrar gratuitamente! É fácil e rápido, e você pode usar uma conta Google ou Facebook que você já tenha.

Ah, você ainda pode indicar amigos e ganhar R$ 10,00 em Bitcoin quando a primeira compra deles for confirmada. Bacana, né?!

Ofertas, descontos e cashback em bitcoins é só no Bitback!


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *