Operar com ativos é uma profissão que tem risco, e não seria diferente com o Bitcoin. O mercado de criptomoedas tem algumas semelhanças com o mercado tradicional.

Nossa intenção com esse artigo é tratar dos pontos básicos sobre o mercado de criptomoedas e tirar as dúvidas dos iniciantes nesse ramo.

Por que minha ordem não é executada automaticamente?

Você entra em uma exchange pela primeira vez, olha o livro de ofertas e faz que nem o guia da plataforma te ensinou: coloca a ordem com a quantidade que você quer comprar e por quanto quer comprar.

Saiba o básico sobre operar no mercado de Bitcoin
Imagem do livro de ordens da Foxbit, retirada do blog da exchange.

Mas aí você se pergunta: por que minha ordem ainda não foi executada? Simples, você não colocou um valor de compra atraente para outro trader.

O livro de ordens é composto por outros traders, que decidem comprar e vender de acordo com os valores que lhes são interessantes. Se o Bitcoin está sendo vendido a R$ 35 mil na exchange e você tenta comprar por R$ 34 mil, pouco provável que alguém venderá por esse valor.

Por isso, verifique sempre se seus valores de compra e venda estão compatíveis com o que está sendo praticado na exchange que você escolheu utilizar.

Por que o valor é tão mais alto aqui?

É normal que você veja o Bitcoin com um valor diferente em uma exchange que não é aquela na qual você está operando. O nome disso é ágio.

O motivo é porque cada livro de ordem dita seu ritmo. Por exemplo, o Bitcoin está sendo vendido a R$ 35 mil, mas alguém desesperado decide vender por R$ 34 mil. Ele abriu uma margem para que o valor de venda caia.

Então, todas as ordens de venda passam a ser de R$ 34.500, um valor abaixo do que está sendo aplicado em outras exchanges. Você aproveita essa diferença, compra por R$ 34.500 e vende por R$ 35 mil em outra exchange.

Você tira as taxas e lucra cerca de R$ 200,00. Excelente! O nome disso é arbitragem. Arbitrar, então, é comprar barato e vender mais caro – lucrando com a diferença.

O que é venda a mercado?

Venda ou ordem a mercado é quando você compra ou vende pelo valor da primeira ordem disponível. É um recurso utilizado por quem precisa urgentemente liquidar um ativo, não recomendado se você não está em um caso de vida ou morte.

Por exemplo, a ordem de compra mais baixa é R$ 8.600,00 enquanto o valor do Bitcoin está a R$ 9.000,00. Em uma venda a mercado, seu ativo será liquidado a R$ 8.600,00, mesmo sendo um valor muito abaixo, porque é entendido que o usuário quer liquidar seu ativo o mais rápido possível.

O que é stop loss?

O stop loss é um recurso utilizado para quem quer colocar um “limite” em suas perdas. Por exemplo, você faz um estudo gráfico ou ouve de um amigo que o Bitcoin vai subir de R$ 35 mil para R$ 36 mil.

Você compra seu Bitcoin a R$ 35 mil e deixa lá em ordem de venda para R$ 36 mil. Contudo, o mercado é fluido, e sempre há a possibilidade do valor declinar.

Então, você coloca um stop loss em R$ 34 mil. Caso o valor varie para baixo, suas perdas foram amenizadas pelo stop loss. É uma ferramenta muito útil para gerenciar riscos, especialmente para iniciantes.

Viu esse monte de números e ficou interessado? Ah, tá com medo de colocar seu dinheiro em um mercado que você não conhece?

Não tem problema! O Bitback devolve em Bitcoin parte do valor gasto em compras feitas em suas quase 400 lojas parceiras – é o modelo conhecido como cashback.

Ou seja, você ganha Bitcoins fazendo o que já faz normalmente, que é comprar online.

Para começar a utilizar, basta se cadastrar gratuitamente. É fácil e rápido, e você ainda pode usar uma conta Google ou Facebook que você já tenha.

Você também ganha indicando amigos: quando a primeira compra de um deles for confirmada, você recebe R$ 10,00 em Bitcoin.

Ofertas, descontos e cashback em bitcoins é só no Bitback!


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *