O Bitcoin é uma criptomoeda descentralizada, livre do controle de governos e empresas. Quer saber mais sobre? Confere aqui esse post que a gente fez no blog. Porém, você sabe o que são stablecoins?

Como a gente já explicou também, o Bitcoin não é a única criptomoeda do mercado. Existem as altcoins, que são outros criptoativos com propostas diferentes – na maioria dos casos – daquela apresentada pelo Bitcoin.

Algumas dessas altcoins possuem paridade de valor com algumas moedas fiduciárias, como o dólar estadunidense e o real. Elas são chamadas de stablecoins, ou moedas estáveis em tradução livre.

Como começou?

Até hoje é muito normal que bancos fechem contas de negócios relacionados a criptomoedas – especialmente exchanges. Contudo, no início de tudo, a frequência era muito grande.

Dessa forma, não era possível que usuários de exchanges depositassem dinheiro para comprar criptoativos dentro da plataforma. Foi daí que surgiram as stablecoins.

O conceito é o seguinte: é emitido um valor de stablecoin e, para cada uma delas, uma unidade da moeda fiduciária equivalente é guardada em uma conta bancária. Por exemplo, se são emitidas 5.000 stablecoins com valor pareado com o real, é preciso ter R$ 5.000,00 em uma conta bancária.

A stablecoin se tornou um “coringa” para as moedas fiduciárias, de forma que usuários pudessem operar nas plataformas de troca. A mais famosa das stablecoins atualmente é a Tether, também conhecida pela sigla USDT.

Seu valor é pareado com o dólar estadunidense em uma proporção 1:1, ou seja, 1 USDT equivale a 1 dólar. Embora as stablecoins tenham surgido como uma forma de viabilizar a utilização de exchanges, isso mudou com o tempo.

Como são utilizadas as stablecoins

Atualmente, é normal que muitas pessoas mantenham suas posses em stablecoins, tendo em vista que o valor das mesmas não oscila tanto quanto o do Bitcoin.

É possível até mesmo pegar empréstimos sem a necessidade de intermediários, por meio da stablecoin conhecida como Dai. Por meio do site da empresa emissora da Dai, o usuário deposita um valor para colateralizar o empréstimo e pega uma quantia em Dai.

O Brasil conta com uma stablecoin com valor pareado 1:1 com o real, conhecida como Real Asset Service (ou RAS). Por meio dela, é possível até mesmo comprar produtos em qualquer lugar do mundo.

O mundo das criptomoedas é enorme, e tem muita coisa a ser explorada pelos novatos que adentram este ecossistema.

Bateu a curiosidade e quer saber como funciona Bitcoin? Ah, tem medo de investir dinheiro nisso? Não tem problema, a gente tá aqui pra resolver isso!

O Bitback é uma plataforma que devolve em Bitcoin parte do dinheiro que você gasta nas compras feitas em lojas parceiras – é o modelo conhecido como cashback. Resumindo, você ganha Bitcoin fazendo o que já costuma fazer na internet: comprando.

Para começar a receber Bitcoins em suas compras, basta se cadastrar gratuitamente. É rápido e fácil, você pode até mesmo utilizar uma conta Google ou Facebook que já tenha.

Você ainda pode pedir uma força para os amigos e indicar eles. Quando a primeira compra de um amigo indicado for confirmada, você recebe R$ 10,00 em Bitcoin!

Ofertas, descontos e cashback em Bitcoins é só no Bitback!


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *